Todos nós já vimos as aventuras de alta ação ou a comédia romântica clássica – elas são um item básico de todas as noites de cinema. No entanto, de vez em quando, diretores e produtores nos trazem algo um pouco diferente e mostram um novo lado da experiência humana com a qual podemos não estar familiarizados. Para adicionar um pouco de variedade à sua fila de visualização, aqui estão dez filmes e programas de TV que apresentam hobbies únicos ou obscuros:

1. Xadrez: O Gambito da Rainha

…[The Queen’s Gambit] is satisfying not just as a compelling period drama, a character study, and a feast for the eyes. It’s also, at its heart, a sports movie wrapped up in the vestments of a prestige TV series. Ask yourself this: When is the last time you fist-pumped the air over chess? Isn’t that something you deserve? (Allison Sapateiro, Comentários de Roger Ebert)

Xeque-mate! Acompanhe a jornada de Beth Harmon enquanto ela aprende as complexidades do xadrez e compete contra adversários de nível nacional enquanto navega por sua adolescência e transição para a idade adulta. Não se preocupe se você não for um aficionado do xadrez; este filme é para todos que amam uma boa emoção e uma história convincente.

2. Blackjack: 21

It’s an involving tale about the risks (and rewards) of deception, unbridled greed and promise of easy cash lining the Vegas strip. It draws us in with its handsome, likable cast and leaves us with a somewhat satisfying if predictable, conclusion. (Bob Hoose, Comentários Plugados)

Todo mundo quer ganhar muito em Vegas, e nosso herói, Ben Campbell, quebra o código para fazer isso. Baseado em uma história real, Campbell aproveita sua educação no MIT para construir um sistema imbatível para ganhar muito dinheiro. Ele tira? Bem, você terá que assistir ao filme para essa resposta.

3. Degustação de Vinhos: Lateral

The specter of a disappointing life hangs over Alexander Payne’s new film Sideways, lançando sombras tão profundas e tão escuras que é de se admirar que o herói quase quebrado da história não tenha se afogado nelas… E é aí que reside a grande piada cósmica deste filme de cortar o coração: sem luta e dor, Miles não seria metade e homem decente ele é, embora certamente possa reclamar um pouco menos, aventurar-se um pouco mais. (Manohla Dargis, O jornal New York Times)

Aliando a percepção humana à excelência do vinho, Lateralmente é uma história cativante de conexão, redenção e esperança. Miles, com a companhia de seu amigo de longa data, parte para o campo para um último fim de semana antes de se deparar com a realidade de sua vida pessoal.

4. Dungeons and Dragons: Stranger Things

Once thought uncool, and derided as strictly for the nerds, D&D – as gamers call it – is back, and it’s big business. Helped by its depiction in TV shows such as Stranger Things…sales of D&D material have grown in double-digit percentages in each of the past five years. With more than 40 million players, the game is now more popular than it has ever been since its invention in 1974. (Neil Armstrong, O guardião)

Com uma fantástica mistura de fantasia e realidade, Coisas estranhas segue as aventuras de um grupo de jovens amigos enquanto eles lutam contra demônios tanto em um tabuleiro de D&D quanto fora de suas casas, desmascarando uma história sombria em sua cidade natal. Se você ainda não começou a série, não se preocupe. Atualmente, a Netflix tem três temporadas disponíveis, com uma quarta a caminho. Há tempo para recuperar o atraso antes do próximo lançamento!

5. Pôquer: Rounders

Rounders is widely credited as helping introduce poker to a new generation of players, and was one of the sparks that eventually saw the onset of the poker boom a few years later. (pôquer global)

Graças a um desempenho notável de Matt Damon como Mike McDermott, temos uma visão interna do mundo do poker de alto risco com algumas das jogabilidades mais precisas vistas na história do cinema.

6. Snowboard: A Arte de Voar

Whether it’s the helicopter-mounted Cineflex chasing Rice down an Alaskan face or the Phantom capturing the dilation of his pupil when footage like that is paired with such a soul-rattling audio backdrop, it doesn’t matter whether you’ve set foot on the snow. It’s impossible to be unmoved. (Melissa Larsen, ESPN)

Dos talentosos Travis Rice e Curt Morgan vem um novo olhar para o mundo épico do snowboard. Além das pranchas e truques, vem uma história de desafiar o que se pensava possível e explorar o mundo pelas encostas.

7. Arte de rua: saída pela loja de presentes

At some point, Banksy took over the camera and Thierry became the subject. How that flip-flop happened and what happened next is the story of the film. And it’s a wonderful, often hilarious film, even if doubts about its authenticity linger. The acid narration is by Welsh actor Rhys Ifans, who explains how unemployed sad-sack Thierry became obsessed with videotaping street artists at their clandestine, illegal labors. (David Edelstein, NPR)

Dirigido pelo famoso – e misterioso – artista Banksy, Saia pela Loja de presentes conta a história de Thierry Guetta e seu amor pela arte de rua. Documento de tudo, da manhã à noite, vemos a ascensão do artista através dos olhos de um artista famoso. Se você se acostumou com o inesperado de Banksy, este filme não será surpresa (porque é cheio de surpresas).

8. Costura: A Costureira

‘The best revenge is massive success.’ Those famous, biting words, from the golden lips of Frank Sinatra, one of the foremost fashion icons in the mid-20th century, summed up quite nicely the crux of The Dressmaker, a bloody tale of small-town murder, madness, and mayhem revolving around a ‘50s seamstress extraordinaire. (Bernard Boo, Pop Matters)

Se você assistir A costureira, prepare-se para um filme de suspense, dramático e às vezes exagerado que apresenta moda notável e uma história convincente. Kate Winslet oferece uma performance interessante, mas doida, como a costureira que se torna famosa acima da cidade que uma vez a baniu.

Assim:

Curtir Carregando…